solamore netto
  • Feminino
  • - curitiba paraná
  • Brasil
Compartilhar no Facebook
Compartilhar
  • Mensagens de blog
  • Agenda Cultural Beco dos Poetas Divulgue seu Evento Gratuitamente.
  • Projetos (2)
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Fãs do trabalho de Solamore netto

  • Miguel Piçarra
  • Tancredo Alves Pereira Filho
  • Sônia Reggina Parmigiano
  • Vivi PSOL MES SP
  • Romy
  • Regina Pereira
  • Daniel t' Jagun
  • EDSON LOPES
  • TOMMY FALCÃO
  • Michel
  • EMILIO SERRALHA
  • mario
  • Gustavo Consuegra Solórzano
  • JUNIOR OMNI
  • maria das graças f rosa
 

Página de solamore netto

Informações do Perfil

O que o motivou a criar sua pagina ?
pelos amigos

Caixa de Recados (26 comentários)

Você precisa ser um membro de Editora Beco dos Poetas para adicionar comentários!

Entrar em Editora Beco dos Poetas

Em 10:27pm on julho 04, 2011, Sebastião Luiz Alves deu para solamore netto um presente...
Em 8:58pm on julho 04, 2011, Marilu F Queiroz deu para solamore netto um presente...
Presente
Às 18:06 em 4 julho 2011, Elizaete Ribeiro disse...

Muitos anos de vida, saúde, paz e amor!

Em 3:05pm on julho 04, 2011, Silvio Parise deu para solamore netto um presente...
Presente
Em 11:43am on julho 04, 2011, Lúcia Helena de Almeida Pereira deu para solamore netto um presente...
Presente
Em 12:49am on julho 03, 2011, Zaymon Zarondy deu para solamore netto um presente...
Presente
FELIZ ANIVERSÁRIO.
Às 20:02 em 27 agosto 2010, LUCIANE SILVA POETA / PE disse...
Às 17:26 em 1 junho 2010, Elisabeth Mota Barbosa. disse...
Às 13:44 em 14 março 2010, Elisabeth Mota Barbosa. disse...
. PÁGINAS DA VIDA.
São muitas folhas escritas

De momentos que passaram

De momentos que passei

São todas palavras bem ditas

Palavras já removidas

Que nunca repetirei.

Existem folhas em branco,

Dessas não posso falar,

Dessas eu quero esquecer,

Existem momentos difíceis

Momentos só meus

Momentos que fazem sofrer...

As folhas que são coloridas,

Recordam momentos felizes

Recordam lembrança de amor,

Nelas eu sinto perfume

Nelas eu sinto vida

Nelas eu sinto calor...

Não repare as folhas borradas

Estas me fazem crescer

Estas me fazem subir,

Foram pessoas mal amadas

Pessoas desamparadas

Que me fizeram cair...

Aquelas que estão coladas

Não tente abrir pela força

Não tente jamais descolar

São nestas folhas grudadas

Que juntei minhas forças aladas

E consegui levantar.

E como nesse poema

Sem construção retilínea

Sem construção tão bonita

É que rabisco esses versos

É que neles escrevo

A história da minha vida.
Às 17:15 em 13 fevereiro 2010, Elisabeth Mota Barbosa. disse...
 
 
 

Vendedores Independente

Últimas atividades

Posts no blog por NELSON RICARDO
12 horas atrás
Posts no blog por MARIO ROLANDO VIDES ALVARADO
12 horas atrás
Posts no blog por Fabian Balbinot
14 horas atrás
Posts no blog por Marluce Persil
ontem
Posts no blog por Jorge Brites
ontem
Posts no blog por Caio Schroer(caio Schroer)
ontem
Posts no blog por José Lourenço Florentino

O Mistério continua!... (reeditado)

  Porque vivemos, porque morremos?Não sei, você não sabe, eles não sabem,porque os fenômenos…Ver mais...
ontem
Posts no blog por Raphael Vieira

Ventos e Trovões

Hoje a noite está nevoentaventos e trovões rasgam aescuridão sob o céu agitado corro até o…Ver mais...
ontem

© 2016   Criado por Marcio Marcelo Nasc. Sena.   Ativado por

Credencial  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço