Todas as postagens no blog marcadas com 'poesia' (610)

Imortal

O ano passa,

Tudo passa

E o que reta

É a vida

Daqueles

Que de fato

Quer viver.

Todo ser humano

É imortal

Quando ele quer viver

Eternamente.

Todo ser humano

É imortal,

Atravessa o tempo,

É sangue que germina

E nasce

Em…

Leia Mais

Adicionado por Valter Bitencourt Júnior em 11 julho 2015 às 20:20 — Sem comentários

Pegada

Meu peito é nada mais nada menos

Que um mar de ondas.

- Vai e vem pelas arais

Sem fim. Meninos pequenos



A construir castelos, e a criar

Em suas imaginações, dragões

E eu com a minha amada, a beijar

O tempo... E peixes por entre rufões



Águas marinhas a fazer o encanto,

Conchas a espalhar-se pelo chão,

E o…

Leia Mais

Adicionado por Valter Bitencourt Júnior em 11 julho 2015 às 20:19 — Sem comentários

Sina da vida

Em momento algum parava

Meu mundo que vagava

Caminhava comigo, perdido

Não estava preso e nem perseguido



E o vago da plenitude encantava

E eu assim sonhava.

Beijava tudo

Não estava sozinho neste mundo



Posso esta no passado e no futuro

Posso viver cada dia

E em cada presente vivia



Sei que…

Leia Mais

Adicionado por Valter Bitencourt Júnior em 11 julho 2015 às 20:18 — Sem comentários

2 Poemas selecionados no Prêmio Literacidade Poesia 2015 na Categoria Poemas Breves

Dois poemas de minha autoria selecionados no Prêmio Literacidade Poesia 2015  na

Categoria 4 – poemas breves

Curso natural

 

Água da vida,

lume da espiral de vida.

Assim escorrendo

por entre meus dedos...

 

Cataratas correndo

ao córrego como fluxo.

Externando as emoções

Num feixe de maravilhas...

Mauricio Duarte (Divyam…

Leia Mais

Adicionado por Mauricio Antonio Veloso Duarte em 22 junho 2015 às 17:12 — Sem comentários

Celebração ao Norte

Capa do livro referente ao 9o. lugar como Neófito da Ordem no Prêmio Cultural Feiticeiro das Letras de 2014 com o poema Celebração ao Norte de minha autoria.



Celebração ao Norte



Última sexta-feira do mês.

Na Lua cheia de…

Leia Mais

Adicionado por Mauricio Antonio Veloso Duarte em 22 junho 2015 às 16:54 — Sem comentários

Envie sua msg e participe do sarau do beco

Participe envie sua msg em áudio e no dia 28/6 no Sarau Do Beco vamos divulgar em nosso evento. Já sei, mora em outro estado, você pode participar também.…

Leia Mais

Adicionado por INFORMAÇÔES ATUAIS DO BECO em 7 junho 2015 às 15:30 — 3 Comentários

O Doce cheiro do muro recém erguido



A lentilha ta no fogo…
Leia Mais

Adicionado por Tiago André Marques Malta em 1 junho 2015 às 12:06 — Sem comentários

Eros

Em dias abafados, em ônibus lotados

Nas esquinas, nas praias, nas lojas, supermercados

Em cantos afastados, em templos abastados

Onde a vista menos alcança, ele estará pousado



Destemido, inconformado, perigosamente armado

Cego, louco, raivoso, bestificado

Faminto, apressado, mal visto, mal tratado

Chegando sem convite, maltrapilho,…

Leia Mais

Adicionado por Alisson Jardel Pereira Silva em 31 maio 2015 às 0:36 — Sem comentários

Ainda há poesia

Poesia sempre há de ter

Num brilho no escuro há de ser

Na trilha na vida e morte aparecer

Na quilha no pote no mote fenecer…

Leia Mais

Adicionado por Wagner Marim em 24 abril 2015 às 22:42 — Sem comentários

Lied Antes De Ir Para Cama

Leia Mais

Adicionado por Tiago André Marques Malta em 9 abril 2015 às 15:58 — Sem comentários

UM ADEUS, UMA DOR...

Já pedi pra morrer, depois de um adeus...

Mas desisti, quando olhei-me no espelho,

Percebi que era um fantasma

E que morria sempre a mesma morte!

 

Sempre o mesmo e triste adeus...

Já não existo, e vago pelas sombras

A vagar em meus gritos tão silenciosos

Gemendo socorro, suplicando paz.

 

Ouço o andar do adeus vagabundo

Que em…

Leia Mais

Adicionado por Desouza Santos em 22 fevereiro 2015 às 23:53 — Sem comentários

Flash

Leia Mais

Adicionado por Tiago André Marques Malta em 6 fevereiro 2015 às 13:49 — Sem comentários

PEDRAS MATUTAS

As pedras que roçam o pé

São matutas.

São pedras brutas.

São da roça.

Soltas vão caminhando

Por toda a vida,

Como se a estrada…

Leia Mais

Adicionado por Sidiney Breguêdo em 6 janeiro 2015 às 20:21 — Sem comentários

PODE IR

Vai, o vento vai te acompanhar.

As carícias dele são surdas e doces

E as respostas que lhe oferecer

Serão sempre sussurros finos.

Não têm o palpitar da minha voz,

Nem os gritos do meu…

Leia Mais

Adicionado por Sidiney Breguêdo em 6 janeiro 2015 às 20:18 — Sem comentários

PARA VOCÊ, MEU AMOR!

Desce suave o suor de seu corpo

percorrendo toda a sua pele,

penetrando o meu olhar curioso,

deixando-me ainda com mais fome.



O calor é cativante, dá-me mais apetite,

e fico feroz ao querer degustá-lo

e não poder tê-lo para mim.



O seu sabor é singular,

deixa-me tão louco, e perturbado,

que a desejo constantemente 

tentando fazê-la…

Leia Mais

Adicionado por Desouza Santos em 14 dezembro 2014 às 7:49 — Sem comentários

PEITO CONGELADO

O meu peito está gelado,

calado,

sem poder justificar,

e amar



quem deveria ser

amada!

Por isso, crer

na cansada



dor de sentir

as mentiras

e mentir

com intrigas.



Deveras, é isso

que congelou

este submisso

que aqui restou!

(…

Leia Mais

Adicionado por Desouza Santos em 30 outubro 2014 às 14:52 — Sem comentários

INSONE

É madrugada...

Escuridão.

Dormir?

Tento.

Em…

Leia Mais

Adicionado por Claudia Banegas em 29 outubro 2014 às 17:54 — Sem comentários

XVIII

Venha boa nova me mostrar…
Leia Mais

Adicionado por Tiago André Marques Malta em 8 setembro 2014 às 1:08 — Sem comentários

>Quero<





Leia Mais

Adicionado por Tiago André Marques Malta em 27 agosto 2014 às 7:55 — Sem comentários

Arquivos mensais

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

1999

0201

Informativo

Acesse o Beco via celular você terá uma experiencia incrível o reconhecimento é automático e você pode levar o beco com você onde quiser !!!

Novidade : Audio Poemas