NÃO FALE ASSIM

 

Não precisa não

Não fale assim comigo não

Não fale assim...

Você não sabe o quanto é ruim

Está ao lado de uma pessoa

Que agente ama

E ela fala:

Não precisa não

Eu tenho sentinento

Por risso quero ser faliz

Quando você fala não

Me torno vazio e inutio

Quando eu estivere ao seu lado

Não fale assim

Não precisa não

Penso que sou apenas um objeto no ar

Que o vento toca pra qualquer lado

Não fale assim

Não precisa não

Meu sentimento é belo e me faz feliz

Não fale assim

Não preciso não

Isto doi e a dor é amarga

Não faça me sentir objeto

Sou humano e tenho sentimento

Isto é o que vale em um homem

Se você não conhece a humidade

Não magoe os meus sentimento

Não gosto de contraruedades

E o meu sentimento

Comigo mesmo é limpo e puro

Não gosto de magoa-los

Se caso preciso

Minhas desculpas

Pois gosto da verdade

E quem fala a verdade

Não merece gatigo...

 

Baco Figueiredo

Exibições: 35

Comentar

Você precisa ser um membro de Beco dos Poetas para adicionar comentários!

Entrar em Beco dos Poetas

Apoie nossos projetos

Se você aprecia esse trabalho e gostaria de ajudar a melhora-lo faça uma contribuição de qualquer valor toda nossa comunidade agradece em um só Voz.



Visite os Portais que mantemos gratuitamente:


Beco dos Poetas
Mapa da Poesia
Poetas Online
Livraria

 

 

Poetas Online

Edmundo de Souza Pereira escreveu um novo post, CÉU DA BOCA

Miniatura  

 
Estou solteiro
Quero cheiro,
Quero abraço,
Quero beijo.
Doce, queijo,
Leite, mel!…
Quero céu;
Pode ser
Da tua boca!

Edmundo de Souza Pereira escreveu um novo post, DOR

Miniatura
A dor de morrer, talvez seja menor que a dor de amar!


image
image
image
image
image
image
image
image
image

Click na imagem visite as lojas e curta nossos títulos nas redes sociais através dos icones o Beco agradece a ajuda