"Tem dias que o sol brilha timidamente
mas tem outros que ele dá um espetáculo
Tem noites que as estrelas se escondem
na vasta imensidão do espaço, mas há noites
que o céu parece uma centelha brilhante.
Em todos os dias e noites, os astros não deixaram
de ser o que são, apenas se apresentaram de
forma diferente.
Assim somos, tem dias que não queremos nos relacionar,
falar ou ouvir, e há outros que desejamos abraçar, sorrir, falar e ouvir,
mas em todos eles, somos o que somos, e não deixaremos de ser."
 
Elizaete Ribeiro

Exibições: 5

Comentar

Você precisa ser um membro de Beco dos Poetas para adicionar comentários!

Entrar em Beco dos Poetas

Apoie nossos projetos

Se você aprecia esse trabalho e gostaria de ajudar a melhora-lo faça uma contribuição de qualquer valor toda nossa comunidade agradece em um só Voz.



Visite os Portais que mantemos gratuitamente:


Beco dos Poetas
Mapa da Poesia
Poetas Online
Livraria

 

 

Poetas Online

Edmundo de Souza Pereira escreveu um novo post, CÉU DA BOCA

Miniatura  

 
Estou solteiro
Quero cheiro,
Quero abraço,
Quero beijo.
Doce, queijo,
Leite, mel!…
Quero céu;
Pode ser
Da tua boca!

Edmundo de Souza Pereira escreveu um novo post, DOR

Miniatura
A dor de morrer, talvez seja menor que a dor de amar!


image
image
image
image
image
image
image
image
image

Click na imagem visite as lojas e curta nossos títulos nas redes sociais através dos icones o Beco agradece a ajuda